fbpx

Blog

o-que-e-micropigmentacao

O que é Micropigmentação

A micropigmentação é um procedimento semi permanente que introduz um pigmento de cor específica para cada pessoa, mais comum na região das sobrancelhas (microblading) e lábios.Com a intenção de realçar a área desejada ou de corrigir eventuais falhas, essa técnica não se confunde com a maquiagem definitiva, uma vez que necessita da realização de retoques conforme o passar do tempo, o que pode variar entre oito meses há um ano e meio.

O tempo de durabilidade da micropigmentação é extremamente benéfico porque garante sempre a naturalidade da região, uma vez que, por atingir apenas a primeira camada da pele, o pigmento será absorvido rapidamente pelo organismo, assim, não ocorrerá mudança da cor com o passar do tempo.

Este procedimento é pouco invasivo e a sua realização deve ser executada após uma avaliação das condições da pele e saúde do cliente, merecendo uma atenção especial aos que correspondem positivamente a:

  • TPM (tensão pré-menstrual) – sente mais sensibilidade;
  • Asma – levantar o cliente caso tenha crise;
  • Depressão – ter mais atenção porque o cliente pode ter uma crise de ansiedade, por exemplo;
  • Gripe ou resfriado – ter mais atenção porque o cliente pode tossir ou espirar;
  • Herpes – pedir para tomar antiviral;
  • Hipertensão – somente controlada com medicamento;
  • Blefaroplastia (cirurgia de pálpebra) – pode realizar o procedimento após alta médica de 6 meses;
  • Aspirina nos últimos 5 dias – pode sangrar um pouco mais;
  • Alcoolizadas – anestésicos não pegam;
  • HIV + (todo cuidado na assepsia);
  • Câncer – pode realizar o procedimento com autorização médica ou após 5 anos;
  • Diabetes – controlada;
  • Hepatite (cuidado com a higienização);
  • Grávidas ou amamentando com autorização médica;
  • Pessoas que usam marca-passo só podem fazer a microblading;
  • Anemia – fica mais claro;
  • Cardiopatas – com autorização médica;
  • Reumatismo infeccioso – com autorização médica;
  • Lúpus – não pode fazer.

Pessoas que se recusam a assinar o formulário de anamnese não podem realizar o procedimento.

Para obter resultados com efeitos naturais é de suma importância a habilidade manual do profissional, por isso muita atenção na escolha de quem realizará o procedimento.

A técnica é realizada com a caneta tebori e/ou aparelho dermógrafo.

A implantação do pigmento na pele é realizada por intermédio de lâminas e/ou agulhas.

A prática de movimentação, posicionamento e firmeza das mãos e punhos no desenvolvimento da técnica permite a obtenção de diversos efeitos ópticos de pigmentação artificial da pele, evitando lesões desnecessárias e resultados favoráveis.

 

A escolha de materiais de qualidade é fundamental para um excelente procedimento. Usar equipamentos de qualidade, produto estéril e descartável, garante a assepsia do procedimento.

Pigmentos orgânicos, com poucas partículas, baixo peso molecular e base aquosa garantem excelente penetração na pele e uma menor necessidade de retoque.

Lembrando que a excelência do resultado também depende do cuidado pós-procedimento, veja a seguir quais são:

Pós procedimento da micropigmentação:

–  1 º dia: lavar após 1 hora com sabonete neutro, com movimentos circulares, passar pomada, evitar atividade física por dois dias.

– 2 º dia até o décimo quinto: lavar manhã/noite e passar pomada.

Caso sinta a sobrancelha ressecada durante o dia, passar a pomada novamente em pouca quantidade, não passar maquiagem e nem filtro solar na sobrancelha por 15 dias, evitar piscina, mar, sauna e exposição ao sol por 7 dias.

Não consumir alimentos gordurosos (carne de porco, chocolate, etc.) por três dias.

 

O intervalo ideal para o retoque é no mínimo 21 dias de cicatrização onde acontece a reparação celular. 

O retoque da micropigmentação não pode ser realizado antes dos 21 dias porque corre o risco de deixar cicatriz na pele.

Nem a idade nem a tonalidade de pele são uma barreira para o tratamento, no entanto existem algumas considerações, como adaptação dos procedimentos de acordo com a idade da pele e adequação dos pigmentos ao tom da mesma. 

Além dos cuidados acima, o profissional deve ser capacitado para desenvolver o trabalho, ser honesto e humilde para reconhecer que pode não ser capaz de resolver possíveis casos e saber que lidar com a autoestima de alguém é algo extremamente importante, porém, com muito treino, micropigmentadores se tornam capazes de oferecer serviços maravilhosos!

Tipos de Micropigmentação

São dois os tipos de micropigmentação: a estética e a paramédica, também chamada corretiva.

Na primeira, as razões para a realização são puramente estéticas, dependendo exclusivamente da vontade do cliente, já na micropigmentação paramédica há a indicação, quase sempre de um médico, cuja intenção é corrigir falhas ou problemas que possam afetar a saúde, principalmente psicológica.

Micropigmentação por Estética se subdivide em 3: esfumada, compacta e técnica fio a fio (Microblading).

Micropigmentação Esfumada: sobrancelha esfumada consiste em um desenho mais nublado, um efeito semelhante ao do lápis de sobrancelha. É ideal para quem deseja reforçar a cor. Ou seja, para quem já tem um desenho marcado, mas precisa de volume na cobertura.

Micropigmentação Compacta: técnica muito usada há alguns anos, quando não havia tantas alternativas em micropigmentação, esse tipo de correção de sobrancelha não é aconselhado, pois marca muito a face. É um desenho chapado, que delimita de forma forte e artificial, geralmente compacto e marcante.

Técnica Fio a Fio (Microblading): essa é a técnica mais natural e mais pedida atualmente. Nela, os fios são desenhados na mesma espessura e direção dos pelos já existentes, o que torna o visual muito natural. O método ainda pode criar volume usando uma trama de fios de diferentes tamanhos, fornecendo um aspecto ainda mais realista às sobrancelhas.

Conheça e se especialize na técnica de microblanding FLOW BROWS da NBA, reconhecida mundialmente como a mais natural do mundo.

Micropigmentação Paramédica: geralmente, acontece em decorrência de uma indicação médica, para corrigir falhas na região das sobrancelhas, olhos, couro cabeludo, lábios, como queimaduras, flacidez, entre outros problemas. A micropigmentação paramédica é um procedimento cirúrgico-estético, baseado na introdução de pigmentos não alergênicos na pele.

Um ótimo exemplo de sua utilização vem sendo aplicada na região dos seios, para desenhar aréolas em pacientes em pós-operatórios de câncer de mama, já que a técnica evidencia maior naturalidade quando comparada com a tatuagem definitiva.

Esse procedimento é também utilizado para o disfarce da cicatriz. É usado o recurso de depósito de pigmentos para corrigir, camuflar e atenuar cicatrizes em qualquer região do corpo. Quando a cicatriz é mais clara que o tom natural da pele, é possível fazer a camuflagem do mesmo tom da pele.

É um trabalho muito sério e envolve riscos, pois lida com a autoestima do cliente.

As cicatrizes são áreas de tecido fibroso, geralmente ocorrem em consequência de uma lesão ou corte cirúrgico. Além do impacto estético, a perda da integridade da pele e tecidos subcutâneos facilitam infecções, são mais vulneráveis a perda sanguínea e diminuem a sensibilidade na área. 

Cicatrizes podem também comprometer o funcionamento e proteção de órgãos.
Existem 4 tipos de cicatrizes:

Cicatriz Hipertrófica: ocorre quando o colágeno é produzido em quantidade normal, mas a sua organização é inadequada, oferecendo aspecto não harmônico. A cicatriz respeita o limite anatômico da pele;

Cicatriz Normotrófica: é quando a pele adquire o aspecto de textura e consistência anterior ao trauma;

Cicatriz Quelóide: é decorrente da contínua produção de colágeno jovem devido à ausência de fatores inibitórios;

Cicatriz Atrófica: ela é assim denominada, pois sua maturação não atinge o trofismo fisiológico esperado, surgindo geralmente, por perda de substância tecidual ou sutura cutânea inadequada.

Lembre-se que todo tecido cicatricial apresenta maior espessura e dureza, para tal, o ideal é utilizar-se de agulhas de menor número de pontas para ser possível maior fixação.

O primeiro passo é definir o melhor contorno para cobrir a maior parte da cicatriz. Optar pela naturalidade da cor é o ideal, assim diminuindo a necessidade de retorno do cliente.

Considerações finais

A micropigmentação é um procedimento realizado sob anestesia local, sendo indolor e inócuo.

É um procedimento benéfico e útil que traz benefícios físicos emocionais.

Enfim, o profissional dessa área tem a possibilidade e a responsabilidade de devolver aos homens e as mulheres a autoestima que lhes foi tirada por algum motivo. Sendo assim, sonhos são construídos e reconstruídos através da arte das mãos, mãos do bem, mãos que trazem sorrisos e que embelezam a vida!!!

Com amor e carinho, Patricia Juliano.

Gostou do artigo? Que tal se profissionalizar na área de micropigmentação?

Conheça os cursos da Natalia Beauty & Academy. Eles são reconhecidos mundialmente como os que melhor preparam os alunos para o universo de micropigmentação. Uma dica é começar pelo START, curso destinado para iniciantes na área. Nele os alunos já aprendem a técnica FLOW BROWS de sobrancelhas naturais e alguns “macetes” para iniciar na área com o pé direito.

Confira no botão abaixo:

Filiada Patricia Juliano

Patrícia Juliano

Patrícia Juliano foi convidada para fazer parte do programa de Repórteres NBA do universo NBA, além de ser membro do grupo de FILIADAS Sobrancelhas e Lábios desde o início do projeto, ministra o curso Start na região São José do Rio Preto/SP.